terça-feira, 4 de agosto de 2009

Lembram-se?




Em Novembro de 2007 a Cãmara PPD/PSD fazia publicar a notícia da conclusão próxima do Estádio de Febres.
Já estamos em finais de 2009!!!
Lembram-se?

1 comentário:

André disse...

Seja sério e não se limite ao óbvio. Qual o motivo do atraso?

Pois, é muito fácil omitir certos DETALHES:

Joao Moura em carta aberta á população,diz não poder adiar mais a obra do Parque Desportivo de Febres,afirmando que "o municipio de Cantanhede está a fazer tudo o que está ao seu alcance para que ala seja concluida o mais rapidamente possivel"

"Nos ultimos tempos,tenho vindo a ser interpelado sobre os atrasos verificados na construçao do Parque Desportivo de Febres,situação que efectivamente se verifica,não obstante as deligencias que a Câmara Municipal efectuou para que tal não acontecesse",começa por escrever o Presidente da Camara no esclarecimento publico.
João Moura prossegue,dizendo que "circunstancias cuja resolução não dependiam directamente da autarquia,acabaram por dificultar a execução da obra dentro do prazo previsto.Uma dessas circunstancias foi a necessidade de se proceder à alteração do projecto inicial das bancadas e balneários para resolver problemas entretanto detectados e que tiveram de ser corrigidos antes da execução".
O edil explica ainda que "numa altura em que a obra já estava em curso,contemplando uma pista de atletismo com oito corredores (a primeiro do concelho em tartan),o Instituto de Desporto de Portugal (IDP) veio exigir seis balneários,mais dois do que o projecto aprovado pela camara Municipal e pela Federação Portuguesa de Atletismo".Sublinha por isso que "como alternativa,teriamos que diminuir o numero de corredores da pista de atletismo,o que constituiria um serio entrave á concretização do objectivo de criar no Parque Desportivo de Febres condições para a realização de importantes provas nacionais e,até,eventos desportivos de carácter internacional,objectivo que faz todo o sentido se tivermos em conta que a modalidade tem vindo a registar um forte desenvolvimento no concelho,particularmente na freguesia de Febres,onde está sedeada uma associação que disputa o Campeonato Nacional de Clubes da 1ª Divisão."
Procurando ultrapassar o problema criado pela exigencia do Instituto de Desporto de Portugal, a autarquia solicitou novamente o apoio da Federação Portuguesa de Atletismo para que diligenciasse no sentido de conseguir que o IDP revisse a sua posição.
"Acontece que este processo tem demorado muito mais tempo do que supúnhamos e ainda não houve qualquer resposta da parte do IDP.Por isso,o Municipio de Cantanhede,entendendo que não pode adiar ainda mais a conclusão do Parque Desportivo de Febres e considerendo que não é possivel fazer mais alterações ao projecto,mandou já reiniciar os trabalhos de acordo com o inicialmente previsto,nomeadamente os oito corredores da pista de tartan e os quatro balneários,confiando que a nova infra-estrutura virá a ser efectivamente homologada em todas as suas valências",justifica João Moura.
Lamentando o atraso da obra,o edil garante que " o municipio de Cantanhede está a fazer tudo o que está ao seu alcance para que ela seja concluida o mais rapidamente possivel".

Transcrito da edição nº163 ,II serie do Jornal Auri-Negra de 8 de Maio de 2009

Qual seria então a solução? Não apresentar um prazo de conclusão da obra? Os imprevistos são isso mesmo, coisas que fogem do controlo e que causam atrasos.